Concepções dos estudantes de uma escola do campo sobre tecnologia

Resumo

Este trabalho é resultado de uma pesquisa desenvolvida na Especialização em Práticas Educativas na Universidade Federal do Pampa - campus Dom Pedrito. Teve como propósito analisar a concepção dos alunos de uma escola do campo em relação à tecnologia, bem como verificar questões relacionadas ao acesso e a sua utilização. É uma pesquisa de campo, qualitativa e explicativa, desenvolvida com 23 alunos de 7º e 8º anos de uma escola pública nucleada, situada em um município do Rio Grande do Sul. Os instrumentos investigativos foram: questionário e desenhos. Pela análise dos questionários constatou-se que as tecnologias mais utilizadas são: rádio, televisão e telefone celular. A maioria dos discentes possui acesso à internet pelo celular, utilizando para acessar as redes sociais. Com base nos desenhos, constatou-se que a tecnologia para os referidos alunos relaciona-se a equipamentos que facilitam a vida cotidiana, tais como: tratores, pulverizadores e maquinários de irrigação. Conclui-se que a tecnologia deve ser uma das discussões do projeto político pedagógico de cada escola, envolvendo todos os autores e pautada na concepção de Educação do Campo como prática social.

Palavras-chave: Educação do Campo, Escola do Campo, Tecnologia.

 

Conceptions of students of a school of the countryside on technology                   

ABSTRACT. This work is the result of a research developed in the Specialization in Educational Practices at the Federal University of Pampa - Campus Dom Pedrito. Its purpose was to analyze the conception of the students of a rural school in relation to the technology, as well as to verify questions related to the access and the use. It is a qualitative and explicative field research, developed with 23 students from 7th and 8th years of a nucleated public school, located in a municipality of Rio Grande do Sul. The investigative instruments were: questionnaire and drawings. By the analysis of the questionnaires it was verified that the most used technologies are: radio, television and cellular phone. Most of the students have access to the internet through the cell phone, using it to access social networks. Based on the drawings, it was verified that the technology for the referred students, relates to equipments that facilitate the daily life, such as: tractors, pulverizadores and machinery of irrigation. It is concluded that technology should be one of the discussions of the political pedagogical project of each school, involving all the authors and based on the conception of education of the countryside as social practice.

Keywords: Rural Education, School of the Countryside, Technology.

 

Concepciones de los estudiantes de una escuela del campo a cerca de la tecnología

RESUMEN. Este trabajo es resultado de la investigación llevada en la especialización en las prácticas educativas en la Universidad Federal de Pampa - campus Dom Pedrito. El objetivo fue analizar el diseño de los alumnos de la escuela del campo en relación con la tecnología y verificar las cuestiones relacionadas con el acceso y uso. Se trata de una investigación de campo, cualitativo y explicativo, elaborado con 23 alumnos de 7º y 8º grado de la escuela pública nucleada, que se encuentra en una ciudad en Rio Grande do Sul. Los instrumentos de investigación fueron: cuestionario y diseños. Por el análisis de los cuestionarios se encontró que las tecnologías más utilizadas son: la radio, la televisión y el teléfono móvil. La mayoría de los estudiantes tienen acceso a Internet a través del teléfono móvil usando para acceder a redes sociales. Sobre los dibujos, se encontró que la tecnología para los estudiantes, se refiere a dispositivos que facilitan la vida cotidiana, tales como tractores, pulverizadores y máquinas de riego. Se concluye que la tecnología debe ser una discusión del proyecto político pedagógico de cada escuela, la participación de todos los autores y guiando la educación rural como una práctica social.

Palabras clave: Educación Rural, Escuela de Campo, Tecnología.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Crisna Daniela Krause Bierhalz, Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Doutora em Educação PUC (RS). Pedagoga pela UFPel.

Eril Medeiros da Fonseca, Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Possui Licenciatura em Ciências da Natureza pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Campus Dom Pedrito. Cursando o curso de Especialização em Ensino de Ciências na Educação do Campo e Mestrado em Ensino no Programa de Pós-Graduação em Ensino (Unipampa).Possui interesse na área de Ensino com ênfase nas seguintes temáticas: Contextualização, Formação de Professores, Educação do Campo, abordagem de temas, currículo e processos de ensino e aprendizagem de Ciências.

Izalina de Vargas Oliva, Secretaria de Educação e Cultura de Dom Pedrito-RS

Mestranda no curso de Mestrado Profissional em Ciências pela Universidade Federal do Pampa - Campus Bagé,(2018),possuo graduação em Matemática pela Universidade da Região da Campanha (2003). , pós graduação em Praticas Educativas em Ciências da Natureza e Matemática, (Unipampa- Dom Pedrito), integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação do Campo e Ciências, do(a) Universidade Federal do Pampa, atuou como professora Colaboradora no curso de Educação de Educação do Campo pela Unipampa - Campus Dom Pedrito(2014-2015). Atualmente supervisora municipal de matemática, atuo como professora particular de matemática, nas series finais do ensino fundamental , médio( matemática e física) e no terceiro grau, nas disciplinas de calculo e física, desde 2003. Articuladora do Programa Educação Conectada do município de Dom Pedrito, supervisora do PIBID ( Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência ), na área de Ciências da Natureza, na Escola Municipal Rural de Ensino Fundamental Sucessão dos Moraes, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais- APAE e Centro de Referência da Assistência Social - CRAS, Ministrante de cursos de formação para professores dos anos iniciais e finais na área Alfabetização de Matemática. Atualmente professora na Fael instituição de ensino nas disciplinas de Matemática e Física.

Referências

Arroyo, M., Caldart, R. S., & Molina, M. C. (2004). Por uma educação do campo. Petrópolis: Vozes.

Arroyo, M. (2012). Formação de Educadores do Campo. In Caldart, R., Pereira, I. B., Aletejano, P., & Frigotto, G. (Orgs.). Dicionário de Educação do Campo (pp. 359-365). Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular.

Belloni, M. L. (2005). O que é mídia-educação. 2. ed. Campinas, Autores Associados.

Benjamin, C., & Caldart, R. S. (2000). Projeto popular e escolas do campo. Coleção Por uma Educação Básica do campo, 3. Brasília, DF.

Bierhalz, C. D. K. (2012). Curso de licenciatura em matemática à distância: o entrelaçar dos fios na (re)construção do ser professor. (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Brasil. (2012). Ministério levará tecnologia a escolas rurais e quilombolas. Recuperado em 25 de fevereiro de 2017, de: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=18234:ministerio-levara-tecnologia-a-escolas-rurais-e-quilombolas&catid=211&Itemid=86

Centro de estudos sobre as tecnologias da informação e da comunicação (CETIC.br). TIC Educação. (2012). São Paulo: [s.n.]. Recuperado em 25 de fevereiro, 2017 de: http://www.cetic.br/educacao/2012/index.htm

Caldart, R. (2012). Educação do Campo. In Caldart, R., Pereira, I. B., Aletejano, P., & Frigotto, G. (Orgs.). Dicionário de Educação do Campo (pp. 257-264). Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular.

Delizoicov, D., Angotti, J. A., & Pernambuco, M. M. (2011). Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. 4. ed. São Paulo: Cortez.

Fantin, M. (2011). Cultura digital e aprendizagem multimídia com o uso de laptop na escola. Educação On-Line, 1, 74–90.

Fonseca, E. M., & Bierhalz, D. K. (2016). Discutindo articulações entre ensino de Ciências e Educação do Campo através da análise dos cadernos. Revista Brasileira de Educação do Campo, 1(2), 255-278. DOI: https://doi.org/10.20873/uft.2525-4863.2016v1n2p255

Moore, M. G., & Kearsley, G. (2007). Educação a Distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson Lerning.

Moreira, M. A. (2011). Metodologias de Pesquisa em Ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Munarim, I. (2014). As tecnologias digitais nas escolas do campo: contextos, desafios e possibilidades. Florianópolis, SC.

Nery, C. A., & Batista, C. G. (2004). Imagens visuais como recurso pedagógicos na educação de uma adolescente surda: um estudo de caso. Paidéia, 14(29), 287-299.

Oliveira, D. T. (2013). O papel da escola família agrícola de Santa Cruz do Sul na permanência do jovem no campo. (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Orofino, M. I. (2005). Mídia e mediação escolar: pedagogia dos meios, participação e visibilidade. São Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire.

Sousa, C, A. M. (2011). Novas linguagens e sociabilidades: como uma juventude vê novas tecnologias. Interacções, 17, 170-188.

Williams, R. (2011). O campo e a cidade: na história e na literatura. São Paulo: Companhia das Letras.

Publicado
2019-01-28
Como Citar
Bierhalz, C. D. K., Medeiros da Fonseca, E., & de Vargas Oliva, I. (2019). Concepções dos estudantes de uma escola do campo sobre tecnologia. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 4, e3297. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.v4e3297
Seção
Artigos / Articles / Artículos