Narrativas entrelaçadas no ensino superior - Como nos constituímos enquanto comunidade e produzimos colaborativamente conhecimento emancipatório sobre investigação baseada em artes?

Resumo

Este artigo configura uma narrativa colaborativa de três elementos do Grupo de Estudos em Processos Participativos e Artísticos em Investigação e Educação (GEPPAIE), composto por investigadores em formação (docentes, doutorandos e mestrandos em áreas da Educação). Parte da interrogação: como temos vivido, enquanto grupo de estudos do ensino superior, nossos espaços de encontro(s) para a produção de conhecimento emancipatório sobre a investigação, nomeadamente sobre a pesquisa baseada em artes? Esta interrogação desdobra-se noutras e é mote para apresentarmos o já produzido coletivamente, mas também para criarmos as novas escritas e reflexões que estão vertidas neste texto. Integra-se, ainda, no doutoramento de Ana Serra Rocha, centrado na problematização de A experiência do lugar do livro como um lugar de reflexão epistemológica na educação artística, visando ampliar a reflexão sobre o campo da educação artística e sobre os estudos doutorais desenvolvidos nesta área. Tem por objetivo refletir sobre os processos participativos de criação colaborativa e sobre algumas questões que se têm vindo a debater no GEPPAIE, nomeadamente de ordem relacional e metodológica, tendo em vista a (des/re)construção do conhecimento e a problematização das suas formas de organização escrita e visual.

Palavras-chave: comunidade relacional, construção dialógica de conhecimento, narrativas colaborativas, cardografia, tese de doutoramento.

 

Intertwined narratives in higher education - How do we constitute ourselves as a community and collaboratively produce emancipatory knowledge about arts-based research?

ABSTRACT. This article sets up a collaborative narrative of three elements from the Group Study on Participatory and Artistic Processes in Research and Education (GEPPAIE), composed of researchers in academic and professional development (professors, doctoral and master's students in Education areas). It begins with a question: how have we experienced, as a higher education study group, our meeting spaces for the production of emancipatory knowledge about research, especially about arts-based research? This question unfolds into others and drives us to what has already been produced collectively, but also boosts the new writings and reflections in this text. It is also part of Ana Serra Rocha's PhD, focused on the problematization of The book’s experience as a place of epistemological reflection in artistic education, aiming at a broader reflection in the field of artistic education and in doctoral studies. It speculates on the participatory processes of collaborative creation and on some issues that have been debated at GEPPAIE, namely of a relational and methodological nature, with a view to (des/re)construction of knowledge and its forms of written and visual representation.

Keywords: relational community, dialogic knowledge construction, collaborative narratives, cardography, doctoral thesis.

 

Narrativas entrelazadas en la educación superior: ¿cómo nos constituimos como comunidad y producimos en colaboración conocimiento emancipatorio sobre la investigación basada en las artes?

RESUMEN. Este artículo configura una narrativa colaborativa de tres elementos del Grupo de Estudios en Procesos Artísticos y Participativos en Investigación y Educación (GEPPAIE), integrado por investigadores en formación (profesores, estudiantes de doctorado y máster en áreas de Educación). Comienza con una pregunta: ¿cómo hemos vivido nosotros, como grupo de estudio de educación superior, nuestros espacios de encuentro para la producción de conocimiento emancipatorio sobre la investigación, es decir, sobre la investigación basada en las artes? Esta pregunta se desdobla en otras y es el lema para presentar lo ya producido colectivamente, pero también para crear los nuevos escritos y reflexiones que se reflejan en este texto. También forma parte del doctorado de Ana Serra Rocha, centrado en la problematización de El lugar de la experiencia del libro como lugar de reflexión epistemológica, en el contexto de la educación artística, con el objetivo de ampliar la reflexión sobre el campo de la educación artística y sobre los estudios de doctorado desarrollados en este ámbito. Tiene como objetivo reflexionar sobre los procesos participativos de creación colaborativa y sobre algunos temas que se han debatido en GEPPAIE, es decir, de carácter relacional y metodológico, con miras a la (des/re) construcción del conocimiento y la problematización de sus formas de escritura y organización visual.

Palabras clave: comunidad relacional, construcción dialógica del conocimiento, narrativas colaborativas, cardografía, tesis de doctorado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Serra Rocha, Universidade de Lisboa, Portugal

Aluna de doutoramento em educação artística (2016) pela Universidade de Lisboa com um corpo de trabalho prático de investigação e experimentação onde reflete sobre O lugar da experiência do livro na mediação educativa e na reflexão epistemológica. Tem vindo a desenvolver a sua investigação baseada em artes, através de workshops de pesquisa onde colaborativamente os participantessão realizados objectos de investigação que são expostos à posteriori.

Ana Paula Caetano, Universidade de Lisboa, Portugal

Professora Associada no Instituto de Educação, Universidade de Lisboa. Tem licenciatura em Psicologia, mestrado e doutoramento em Ciências da Educação. Investiga nas áreas da formação de professores, currículo e educação artística, com destaque para questões do desenvolvimento profissional, ética, mediação socioeducativa, cyberbullying, educação intercultural e comunitária, inclusão educativa e para processos participativos de investigação.

Ana Luisa Paz, Universidade de Lisboa, Portugal

Professora Auxiliar no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa é Doutorada em Educação – História da Educação pelo mesmo Instituto de Educação, realizou o Mestrado em Sociologia – Sociologia da Educação pela Universidade Nova de Lisboa e licenciatura em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Tem publicado sobre história da educação, educação artística e pedagogias do ensino superior.

Referências

Atkinson, D. (2012). Contemporary art and art in education: the new, emancipation, and truth. International Journal of Art and Design Education, 31(1), 5-18. https://doi.org/10.1111/j.1476-8070.2012.01724.x

Atkinson, D. (2015). The adventure of pedagogy, learning and the not-known. Subjectivity, 8(1), 43-56. https://doi.org/10.1057/sub.2014.22

Atkinson, D. (2018). Art, disobedience and ethics: The adventure of pedagogy. Londres: Pallgrave Macmillan. https://doi.org/10.1007/978-3-319-62639-0

Augusto, A. I. (2020). Estória(s) do(s) meu(s) tempo(s) e espaço(s) em branco. Documento não publicado.

Ardoino, J. (1999). La complexité. In E. Morin (Ed.), Relier les connaissances (pp. 442-449). Paris: Seuil.

Baldacchino, J. (2015). Art ± Education: The paradox of the ventriloquist’s soliloquy. Sysiphus, 3(1), 62-79. Recuperado de: http://revistas.rcaap.pt/sisyphus/article/view/7719

Baran, P. (1964). On distributed communications. 1 Introduction to distributed communications network. https://doi.org/10.7249/RM3420

Boavida, A. M., & Ponte, J. P (2002). Investigação colaborativa: Potencialidades e problemas. In GTI (Org), Reflectir e investigar sobre a prática profissional (pp. 43-55). Lisboa: APM.

Caetano, A. P., Paz, A. L., Narduela, A., Pardal, A., Rocha, A. S., Ré, S., Silva Correia, C., Marques, C., Silva, H.R., Andrade, Carvalho, M.M. & Meireles, T. (2019a). As artes no ensino superior – ‘Pedagogias do evento’ no doutoramento em educação artística. In S. Gonçalves & J. J. Costa (Eds.), Diversidade no ensino superior (pp. 239-260). Coimbra: CINEP-IPCe.

Caetano, A. P., Paz, A. L., Freire, I., & Carvalho, C. (2019b). Processos participativos e artísticos em contextos de diversidade. Lisboa: Colibri.

Caetano, A. P., Paz, A. L., Rocha, A. I., & Marques, C. (2020a). Narrativas de investigação e formação em educação artística, no ensino superior – escrita dialógica em devir. Revista Educação, Artes e Inclusão, 16(1), 8-33. https://doi.org/10.5965/1984317816012020008

Caetano, A. P., Freire, I. P., & Machado, E. B. (2020b). Student voice and participation in intercultural education. Journal of New Approaches in Educational Research, 9(1), 57-73. https://doi.org/10.7821/naer.2020.1.458

D’Ambrósio, U. (2017). Transdisciplinaridade, ética e futuro. In E. Guérios et al. (Org.). Complexidade e educação: Diálogos epistemológicos transformadores (pp. 26-40). Curitiba: CRV. https://doi.org/10.24824/978854441765.2

Deleuze, G., & Guattari, F. (2002). A Thousand Plateaus: Capitalism and Schizophrenia. Londres/Nova Iorque: Continuum.

Dias, B. (2009). Uma epistemologia de fronteiras: minha tese de doutorado como um projeto a/r//tográfico. http://www.anpap.org.br/anais/2009/pdf/ceav/belidson_dias_bezerra_junior.pdf

Flecha, R. (Ed.). (2015). Successful educational actions for inclusion and social cohesion in Europe. Springer. https://doi.org/10.1007/978-3-319-11176-6

Freire, P. (1975). Pedagogia do Oprimido. Porto: Afrontamento.

Freire, P. (1977). A mensagem de Paulo Freire. Teoria e prática da libertação. Porto: Nova Crítica.

Gray, C., & Malins, J. (2017) Visualizing Research: a guide to the research process in art and design. Routledge. https://doi.org/10.4324/9781315547923

Loss, A. S. (2019). Formação de professores: processos autoformativos... Quem cuida do(a) professor(a). In A.P. Caetano et al. (orgs.), Processos participativos e artísticos em contextos de diversidade (pp. 96-84). Lisboa: Colibri.

Machado, E., Freire, I, Caetano, A. P., Vassalo, S., & Bicho, L. (2020). The voice of young people – contribution for their involvement in the school. Intercultural Education, 31(3), 1-14. https://doi.org/10.1080/14675986.2020.1717291

Maisonneuve, J. (2004). A dinâmica dos grupos. Lisboa: Livros do Brasil

Moran, J. (2015). Educação híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. In L. Bacich, A.T. Neto & F.M. Trevisani (Orgs.), Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação (pp. 27-45). Porto Alegre: Penso.

Morin, E. (2005). Amor, poesia e sabedoria. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

Nicolescu, B. (1999). Une nouvelle vision du monde – la transdiciplinarité. In D’Ambrosio, U., et al. (Eds.). Transdisciplinarity/Transdisciplinarité (pp. 157-161). Lisboa: Hugin.

Ornelas, J. (2008). Psicologia Comunitária. Lisboa: Fim de Século.

Paz, A. L. (2020). 4. Que democracia? In GEPPAIE. O que é investigação participativa? Em que se diferencia de outras abordagens? Que tensões e dilemas equacionamos nos nossos projetos? Documento não publicado.

Paz, A. L., & Caetano, A. P. (2019). Uma pedagogia do evento no doutoramento em educação artística. In A.P. Caetano et al. (Eds.), Processos participativos e artísticos em contextos de diversidade (pp. 19-36). Lisboa: Colibri.

Paz, A. L., & Caetano, A. P. (2020). Arts education and writing as research and pedagogic practice: Critical perspectives in higher education or how we became the teachers yet to come. Art, Design & Communication in Higher Education, 19(2), 185-201. https://doi.org/10.1386/adch_00022_1

Petraglia, I. (2015). O processo de produção do conhecimento: complexidade e transdisciplinaridade. In Behrens, M. A. & Ens, R. T. (Eds.). Complexidade e transdisciplinaridade. Novas perspetivas teóricas e práticas para a formação de professores (pp. 75-86). Curitiba: Appris.

Pina, C. I., & Caetano, A. P. (2019). Participação jovem e educação intercultural numa escola profissional. In , A.P. Caetano et al. (Eds.). Processos participativos e artísticos em contextos de diversidade (pp. 85-117). Lisboa: Colibri.

Rocha, A. (2019). Processos participativos e artísticos em contextos de diversidade. In A. P. Caetano et al. (Orgs.). O lugar da experiência do livro na mediação educativa e na reflexão epistemológica (pp. 161-171). Lisboa: Colibri.

Santos, B. S. (2010). Descolonizar el saber, reinventar el poder. Montevideu: Ediciones Trilce.

Santos, B. S. (2019). Educación para otro mundo posible. Buenos Aires: Clacso/Medellin CEDALC. https://doi.org/10.2307/j.ctvnp0k2z

Teixeira, A. R., & Rocha, A. S. (2021). Playing back meanings through bodies and books. EPRAE - 8° Encontro em Práticas de Investigação em Educação Artística, Porto: Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. i2ADS, No prelo.

Publicado
2021-09-30
Como Citar
Rocha, A. S., Caetano, A. P., & Paz, A. L. (2021). Narrativas entrelaçadas no ensino superior - Como nos constituímos enquanto comunidade e produzimos colaborativamente conhecimento emancipatório sobre investigação baseada em artes?. Revista Brasileira De Educação Do Campo, 6, e12458. https://doi.org/10.20873/uft.rbec.e12458
Seção
Dossiê Temático: Artes e Educação do Campo