[PT] POLÍTICAS

[PT] Foco e Escopo da Revista

A REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO DO CAMPO - RBEC, de periodicidade quadrimestral, Qualis B1 Ensino pela CAPES, publica Artigos originais resultantes de pesquisas teóricas e/ou empíricas, revisões de literatura de pesquisa educacional, Dossiês Temáticos, Ensaios, Entrevistas e Resenhas de temas vinculados à Educação do Campo sob diferentes campos da pesquisa, como: História da Educação do Campo; Movimentos Sociais; Políticas Públicas; Povos Indígenas e Educação; Formação Docente; Jovens e Adultos do Campo; Didática e Práticas Pedagógicas em Artes e Música; Arte na Educação do Campo; Interculturalidade na Educação do Campo; Pedagogia da Alternância; Questão Agrária e Campesinato.

A Revista tem como missão ser um veículo de comunicação científica de qualidade que fomente importantes debates no campo educacional, principalmente na área da Educação do Campo, de pesquisadores brasileiros e estrangeiros mestres e doutores, além de estudantes acompanhados de seus respectivos orientadores (titulação mínima de mestre ou doutor), para o avanço científico da área e para a produção de conhecimento.

A Revista Brasileira de Educação do Campo é uma publicação do Departamento de Educação do Campo, Curso de Licenciatura em Educação do Campo com Habilitação em Artes e Música, da Universidade Federal do Tocantins, câmpus de Tocantinópolis. Publica textos em português, espanhol e inglês.

A revista recebe os manuscritos em fluxo contínuo. É um periódico científico de acesso aberto e gratuito, sem taxas de submissão e de publicação dos textos submetidos à Revista.

Na seção de Artigos, serão publicados artigos originais, realizados ou em andamento, sob diferentes temas referentes à Educação do Campo, além de revisões de literatura de pesquisa educacional. Na seção Ensaios, serão publicados textos ensaístas de temas relacionados à Educação do Campo. Na seção Resenhas, serão publicadas resenhas de livros publicados nos últimos três anos, de temas pertinentes à Educação do Campo, e Educação em geral. Na seção Dossiês Temáticos, serão publicados grupos de artigos temáticos relacionados a um dos campos da pesquisa da Revista Brasileira de Educação do Campo. Na seção Entrevistas, serão publicadas entrevistas de professores/pesquisadores com relevante experiência e contribuição no campo da pesquisa em Educação do Campo e, Educação, em Geral. Além disso, o periódico reserva o direito de publicar edições especiais em seus números.

O título abreviado da revista é Rev. Bras. Educ. Camp., que deve ser usado em bibliografias que citarem esta revista.

 

[EN] POLICY

[EN] AIMS & SCOPE

The Brazilian Scientific Journal of Rural Education (Countryside Education), quarterly publication, publishes original articles resulting from theoretical and/or empirical research thematic, reviews of educational research literature, essays and reviews of topics related to the Rural Education (Countryside Education) in different fields of research, such as the Rural Education (Countryside Education) History; Social Movements; Public Policies; Indigenous Peoples and Education; Teacher Training; Youth and Adult Rural Education (Countryside Education); Didactic and Pedagogical Practices in Arts and Music; Art in Rural Education (Countryside Education); Interculturalism in Rural Education (Countryside Education); Pedagogy of Alternation; Land Reform and Peasantry.

The Scientific Journal's mission is to be a qualified scientific communication instrument that fosters important debates in the educational field, especially in the Rural Education (Countryside Education) area of Brazilians and foreign Masters and PhD researchers and students accompanied by their mentors (minimum Doctor title required), for scientific progress in the field and for producing knowledge.

The Brazilian Scientific Journal of Rural Education (Countryside Education) is a publication of the Department of Rural Education (Countryside Education), Bachelor course of Rural Education (Countryside Education) and specialization course in Arts and Music of the Federal University of Tocantins, Tocantinópolis city. It publishes papers in Portuguese, Spanish and English. The journal receives manuscripts in continuous flow. It is an open access Scientific Journal. No charges - no fees - of manuscript submission and publication - no APCs.

The abbreviated title of the journal is Rev. Bras. Educ. Camp., which should be used in bibliographies when citing the journal.

 

[ES] POLÍTICAS

[ES] TEMÁTICA Y ALCANCE

La Revista Brasileña de la Educación Rural (Educacão do Campo), tres veces al año, publica artículos originales resultantes de teóricos y / o archivos temáticos de investigación empírica, ensayos y reseñas de temas relacionados con el campo de la educación rural en diferentes campos de la investigación, tales como: Historia de la Educación Rural (campo); Los Movimientos Sociales; Políticas Públicas; Pueblos Indígenas y la Educación; Formación del Profesorado; la Jóvenes y Adultos Campo; Didácticos y Pedagógicos Prácticas en Artes y Música; Arte en la Educación Rural; Interculturalidad en Educación Rural; Pedagogía de la Alternancia; Cuestión Agraria y Campesinado.

La misión de la revista es ser un instrumento de calidad de la comunicación científica que promueve debates importantes en el campo de la educación, sobre todo en el ámbito de la Educación Rural de los brasileños y extranjeros maestros e investigadores de doctorado y estudiantes acompañados por sus tutores (titulación mínima doctor), para el progreso científico en el campo y para la producción de conocimiento.

La Revista Brasileña de la Educación Rural (Educação do Campo) es una publicación del Departamento de Educación Rural, Licenciatura en Educación Rural con especialización en Artes y Música de la Universidad Federal de Tocantins, campus Tocantinópolis. Publica textos en portugués, español e Inglés. La revista recibe manuscritos en continuamente. Es una revista científica abierta y libre, sin pagos de tasas de presentación y publicación de los textos presentados en la revista.

El título abreviado de la revista es Rev. Bras. Educ. Camp., Que debe ser usado en bibliografías, citando la revista.

 

[PT] AVALIAÇÃO PELOS PARES

Todos os textos submetidos à revista serão analisados pela equipe editorial, quanto o atendimento às normas e ao escopo da revista. Caso seja aprovado nesta primeira fase, o texto será encaminhado a dois pareceristas ou avaliadores ad hoc (avaliação cega por pares / blind review) da área de conhecimento da pesquisa, que emitirão pareceres quanto a sua aceitação ou não, visando à qualidade científica do manuscrito e relevante contribuição para a pesquisa em educação. O artigo será aprovado se receber dois pareceres favoráveis. O artigo será recusado se receber dois pareceres desfavoráveis. Caso haja um parecer favorável e outro desfavorável entre os pareceristas, o manuscrito será encaminhado a um terceiro avaliador.

O prazo para resposta da aceitação ou recusa dos manuscritos enviados a Revista Brasileira de Educação do Campo pode variar de acordo com o processo das avaliações, as quais os pareceristas ou avaliadores ad hoc poderão solicitar modificações e/ou correções dos textos enviados a revista pelos (as) autor (a/es).

Caso seja solicitado ao autor (a) reformular/corrigir/revisar o manuscrito, o mesmo deverá reenvia-lo no prazo máximo de 30 (dez) dias. Posteriormente, após nova reavaliação do texto feita por um parecerista ou avaliador ad hoc, o manuscrito passará para a etapa final, que consiste no encaminhamento para a publicação.

Os critérios de avaliação/arbitragem adotados pela Revista Brasileira de Educação do Campo são:

  1. Relevância, contribuição e domínio do tema para a pesquisa científica e educacional;
  2. Linguagem clara e coerência do texto;
  3. Articulação entre o tema e a fundamentação teórica;
  4. Coerência nas análises dos dados e na argumentação;
  5. Uso da bibliografia adequada e atualizada.
  6. Atendimento as normas da APA(American Psychological Association)

Obs. Os avaliadores deverão estar cadastrados no sistema da revista.

OBS. A Revista Brasileira de Educação do Campo se reserva no direito de publicar artigos de autores convidados. Contudo, seus manuscritos também serão avaliados no sistema blind review

OBS. Textos publicados em Anais de eventos científicos, no formato Resumo ou Texto completo, deverão ser informados obrigatoriamente pelo(a) autor(a) ao Editor da revista, durante o processo de submissão do manuscrito, para avaliação.

OBS. Os Dossiês propostos por pesquisadores renomados da área educacional serão analisados pela equipe editorial da revista, visando atender os critérios de avaliação adotados pela revista. Nesse sentido, os dossiês podem ser aprovados ou recusados pelos editores da revista.

Caso algum artigo seja aprovado/aceito para ser publicado na revista e fique constatado no texto, após o aceite, plágio, fabricação de dados e informações, autoria fraudulenta entre outras práticas de má conduta científica, o artigo será recusado/rejeitado e não será publicado na revista.

Tutorial para avaliadores ad hoc/pareceristas da revista:

https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/Tutorial

 

[EN] REVIEW PROCESS FOR SUBMISSIONS

All papers submitted to the journal will be analyzed by the Editorial Review Staff, aimed at checking the compliance with the guidelines and the journal's scope. If approved this first step, the text will be designated to two reviewers (Blind Review) with Research Knowledge in the area who will suggest its acceptance or not, aiming at the scientific manuscript quality and relevant contribution to the field of  Education.

The deadline for acceptance or rejection response of manuscripts submitted to journal may vary according to the process of assessments, in which the reviewers may request modifications and/or corrections to be made in the texts.

The reviewer guidelines of the Brazilian Journal of Rural Education (Countryside Education) are:

  1. Relevance and contribution to the theme area of scientific and educational research;
  2. Clear language and coherence of the article;
  3. Relationship between the theme and the theoretical foundation;
  4. Consistency in data analysis and argumentation;
  5. Use of appropriate and updated bibliography.

 

[ES] EVALUACIÓN DE MANUSCRITOS POR LOS COLABORADORES DE LA REVISTA

Los textos presentados a la Revista serán analizadas por los editores, destinadas a comprobar el cumplimiento de las normas y el alcance de la revista. Si se aprueba este primer paso, el texto será enviado a dos evaluadores ad hoc (evaluación ciega por pares) Investigación Área de conocimiento que va a dar una opinión en cuanto a su aceptación o no, con el objetivo de la calidad científica y relevante manuscrito contribución a la investigación en la educación. El plazo para la respuesta de aceptación o rechazo de los manuscritos presentados a la Revista puede variar de acuerdo con el proceso de las evaluaciones, que los revisores pueden solicitar modificaciones y / o correcciones a realizar en los textos.

Los criterios de evaluación/arbitraje adoptados por la Revista Brasileña de la Educación Rural (Educação do Campo) son:

  1. Relevancia, la contribución y el área de tema para la investigación científica y la educación;
  2. Lenguaje claro y coherencia del texto;
  3. La relación entre el tema y el fundamento teórico;
  4. La consistencia en el análisis de los datos y argumentos;
  5. Utilizar la bibliografía adecuada y actualizada.

 

[PT] DIRETRIZES PARA AVALIAÇÃO

Os critérios de avaliação/arbitragem adotados pela Revista Brasileira de Educação do Campo são:

  1. Relevância, contribuição e domínio do tema para a pesquisa científica e educacional;
  2. Linguagem clara e coerência do texto;
  3. Articulação entre o tema e a fundamentação teórica;
  4. Coerência nas análises dos dados e na argumentação;
  5. Uso da bibliografia adequada e atualizada.
  6. Atendimento as normas da APA(American Psychological Association)

OBS. OS AVALIADORES DEVERÃO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AS NORMAS DA APA (American Psychological Association), E NÃO DA ABNT, NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DOS MANUSCRITOS.

 

[EN] PEER REVIEW PROCESS - The reviewer guidelines of the Brazilian Journal of Rural Education (Countryside Education) are:

    1. Relevance and contribution to the theme area of scientific and educational research;
    2. Clear language and coherence of the article;
    3. Relationship between the theme and the theoretical foundation;
    4. Consistency in data analysis and argumentation;
    5. Use of appropriate and updated bibliography.

 

[ES] Los criterios de evaluación/arbitraje adoptados por la Revista Brasileña de la Educación Rural (Educação do Campo) son:

  1. Relevancia, la contribución y el área de tema para la investigación científica y la educación;
  2. Lenguaje claro y coherencia del texto;
  3. La relación entre el tema y el fundamento teórico;
  4. La consistencia en el análisis de los datos y argumentos;
  5. Utilizar la bibliografía adecuada y actualizada.

 

POLÍTICA DE PRIVACIDADE / PRIVACY POLICY

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

The names and email addresses entered in this journal will be used exclusively for the services provided by this publication and is not available for other purposes or to third parties.

 

AHEAD OF PRINT

Informamos que a Revista Brasileira de Educação do Campo adota a Publicação Avançada de Artigos (PAA), também conhecida como Ahead of Print (AOP). O objetivo é acelerar a divulgação dos artigos recebidos, avaliados, revisados e aprovados pela revista, dentro de cada edição. É importante assinalar que tal prática é bastante utilizada por diversas revistas nacionais e internacionais, além de possibilitar a divulgação mais rápida dos artigos indexados nas bases de dados para pesquisa. Por isso, contamos com a celeridade dos colegas avaliadores dos artigos submetidos ao periódico e dos(as) autores(as) no envio dos textos corrigidos dentro dos prazos estabelecidos pela revista.

[EN] AHEAD OF PRINT

We inform that the Brazilian Journal of Rural Education adopts the Advanced Publication of Articles (PAA), also known as Ahead of Print (AOP). The objective is to accelerate the dissemination of the articles received, evaluated, reviewed and approved by the journal.

 

POLÍTICA DE VERIFICAÇÃO E COMBATE A QUALQUER TIPO DE PLÁGIO / VERIFICATION POLICY AND PREVENTING ANY TYPE OF PLAGIARISM

A Revista Brasileira de Educação do Campo seguirá as diretrizes contidas no COPE (Committee on Publication Ethics) e terá também seus próprios códigos de conduta e ética, não aceitando fraudes, más condutas, violações de ética ou plágio de qualquer forma. Caso seja identificada algumas dessas práticas nos manuscritos recebidos, como por exemplo, a de plágio, os mesmos serão tratados de acordo com as orientações do COPE. Diante disso, os autores deverão visitar o site da COPE para maiores informações sobre ética em pesquisa: http://publicationethics.org/resources/flowcharts

[EN] The Brazilian Journal of Rural Education will follow the guidelines contained in the COPE (Committee on Publication Ethics), not accepting plagiarism. If any conduct of plagiarism is identified in the manuscripts received, they will be treated according to the COPE guidelines. More information at website: http://publicationethics.org/resources/flowcharts

CÓDIGOS DE ÉTICA E CONDUTA (Boas práticas) / CODE OF ETHICS AND CONDUCT

  1. Editores:
  • contribuir para melhorar a qualidade da revista, visando garantir a qualidade científica dos textos nela publicados e se estão de acordo com as Diretrizes e Escopo da RBEC;
  • esclarecer dúvidas que eventualmente possam surgir de avaliadores, revisores, autores e leitores quanto ao conteúdo da revista, como, por exemplo, publicações, avaliações, chamadas de artigos e demais informações da revista;
  • contribuir para a qualidade científica na área da Educação do Campo e educação, em geral;
  • evitar desvios de ética e conduta na revista que possam prejudicar as boas práticas para a pesquisa científica;
  • quando necessário, os editores publicarão correções, retratações e esclarecimentos a comunidade acadêmica, referentes a publicações e/ou informações não verídicas ou afirmações distorcidas ou enganosas de autores, tendo como rigor a verdade científica e o respeito à comunidade acadêmica.
  • atualizar a política editorial, bem como as diretrizes e normas da revista quando for necessário;
  • decidir pela aprovação final ou recusa dos artigos, entrevistas, resenhas e dossiês enviados a revista, considerando sempre os pareceres feitos pelos avaliadores/pareceristas designados;
  • zelar pelo bom cumprimento dos prazos referentes ao envio de pareceres pelos avaliadores.
  1. Autores(as):
  • os autores deverão evitar qualquer prática que leve a má conduta científica, como, por exemplo, plágio e autoplágio, manipulação de dados e informações da pesquisa, fraudes na pesquisa e nas autorias dos textos, bem como qualquer outra prática que infrinja a ética na pesquisa acadêmico/científica. Caso contrário, a RBEC se reserva o direito de, além de tomar as devidas providências legais, excluir permanentemente o texto publicado na revista que apresente tais práticas;
  • promover o debate democrático na revista, independente de crenças, instituições, localidades, entre outros, pautado pelo respeito a todos os envolvidos;
  • citar órgãos de fomento que financiam ou financiaram a pesquisa publicada na RBEC;
  • atender as diretrizes e normas de publicação da RBEC antes da submissão de qualquer trabalho à revista.
  1. Revisores/Avaliadores(as):
  • pautar pela ética durante as avaliações realizadas nos manuscritos recebidos pela revista;
  • seguir os critérios de avaliação informados pela RBEC, nas Diretrizes da revista;
  • zelar pela qualidade científica e critérios de avaliação da revista;
  • garantir a confidencialidade do material avaliado;
  • caso haja algum conflito de interesse nas avaliações, os avaliadores e revisores deverão informar aos editores da revista.
  1. Conflitos de interesses:
  • caso haja conflitos de interesses entre editores, avaliadores, revisores e autores que não possam ser solucionados pelos editores da revista, a decisão final será tomada pelo Colegiado do Curso de Educação do Campo, da Universidade Federal do Tocantins, Campus de Tocantinópolis, Departamento ao qual a RBEC está vinculada.
  1. Cumprimento do Código de Ética e de Conduta:
  • autores(as), avaliadores/revisores, editores e equipe editorial da RBEC deverão cumprir o presente Código de Ética e de Conduta, que entrará em vigor na data de sua publicação.

A Revista Brasileira de Educação do Campo, além de incentivar a pesquisa científica, que possa contribuir para o debate acadêmico nacional e internacional, informará aos leitores sobre qualquer informação a respeito das publicações, chamadas de artigos, conteúdos da revista e/ou outras informações relevantes para a comunidade acadêmica e científica, visando incentivar o debate democrático neste periódico, pautado pelo respeito a todos os envolvidos. Também, a revista se reserva no direito de, quando for necessário, atualizar e revisar esses Códigos de Éticas e Condutas.

[EN] ETHICS AND CONDUCT CODES OF THE BRAZILIAN JOURNAL OF RURAL EDUCATION (GOOD PRACTICE CODES)

  1. Editors:
  • contribute to improving the journal quality, in order to guarantee the scientific quality of the texts published in it and their accordance with the Guidelines and Scope of the RBEC;
  • clarify any doubts that may eventually arise from revisers, evaluators, authors and readers regarding the content of the journal, such as publications, evaluations, article calls and other journal information;
  • contribute to the scientific quality in the area of Rural Education and education in general;
  • avoid ethics and conduct deviations in the journal that could prejudice good practices for scientific research;
  • editors shall, where necessary, publish corrections, retractions, and clarifications to the academic community regarding untruthful publications and/or or distorted or misleading information presented by the authors, with rigor to scientific truth and respect for the academic community.
  1. Authors:
  • The authors must avoid any practice that would lead to scientific misconduct, such as plagiarism and auto-plagiarism, manipulation of research data and information, fraud in the research and authorship of texts, as well as any other practice that infringes ethics in the academic/scientific research. Otherwise, the RBEC reserves the right to, in addition to taking appropriate legal measures, delete permanently from the journal the text published presenting such practices;
  • promote the democratic debate in the journal, independently on beliefs, institutions, localities, among others, guided by respect for all involved;
  • mention funding agencies that financed or finance the research published in the RBEC;
  • comply with the RBEC guidelines and publication standards before submitting any work to the journal.
  1. Revisers/Evaluators:
  • touch upon ethics during the evaluations carried out in the manuscripts received by the journal;
  • follow the assessment criteria informed by the RBEC, in the Journal Guidelines;
  • ensure the scientific quality and evaluation criteria of the journal;
  • ensure the confidentiality of the material evaluated;
  • in case of any conflict of interest in the evaluations, revisers and evaluators should inform the journal editors.
  1. Conflict of interests:
  • in case of conflict of interests between editors, revisers, evaluators and authors that cannot be resolved by the journal editors, the final decision will be made by the Collegiate of the Course of Rural Education, at the Federal University of Tocantins, Campus of Tocantinópolis, Department to which the RBEC is associated.
  1. Compliance with the Ethics and Conduct Codes:
  • authors, evaluators/revisers, editors and editorial staff of the RBEC shall comply with these Ethics and Conduct Codes, which shall come into force on the date of its publication.

The Brazilian Journal of Rural Education, in addition to encouraging scientific research that may contribute to the national and international academic debate, will inform readers of any information regarding publications, articles calls, journal contents and/or other relevant information to the academic and scientific community, aiming to encourage the democratic debate in this journal, based on respect for all those involved.

 

Assinaturas

Visando a disponibilização da revista no formato on-line e considerando que esse formato possibilita uma disseminação maior nas pesquisas publicadas neste periódico, a revista não trabalha com assinaturas e versões impressas. Portanto, seus números podem ser acessados, arquivados e baixados gratuitamente, a partir do próprio site da revista:

URL: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/issue/archive

 

Subscription

Aiming to make the journal available in the online format and considering that this format allows a greater dissemination in the published researches in this journal, the Brazilian Scientific Journal of Rural Education (Revista Brasileira de Educação do Campo) does not work with subscription and printed versions. Therefore, their numbers can be accessed, archived and downloaded for free, from the journal's own website:

URL: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/issue/archive

 

FONTES DE INDEXAÇÃO / INDEXING DATABASES

Crossref

DOAJ

Clarivate Analytics (Emerging Sources Citation Index)

Portal de Periódicos da CAPES

CLASE

IRESIE

ERIHPLUS

Dimensions

REDIB

ERIC (Education Resources Information Center)

Hinari (Research for Health)

AGORA Journals

FAO - Food and Agriculture Organization of the United Nations

FLACSO (ARGENTINA)

OPEN SCIENCE DIRECTORY / EBSCO

ROAD

LatinREV

Edubase (SBU/UNICAMP)

Diretório de Periódicos Nacionais em Educação

ULRICH's WEB

Sumários.Org

Latindex

Diadorim

Google Acadêmico (Google Scholar)

EZ3/Eletronic Journals Library

MIAR (Universitat de Barcelona)

Actualidad Iberoamericana (Indice Internacional de Revistas)

PKP (Public Knowledge Project)

Dataverse Harvard

E-Journals.Org

SHERPA/RoMEO

OASIS BR

La Referência

RCAAP

Libraries (University of Minnesota)

WorldCat (OCLC)

Zenodo

Mendeley

Academia.Edu

AcademicKeys

JournalTOCs

CiteULike

LIVIVO (ID=1002342)

Zeitschriftendatenbank (ZDB) (2866207-6)

ZDB OPAC (2866207-6)

E-Lis (Repository E-Prints in Library & Information Science)

ResearcH - Directorio de Revistas (Journals & Authors)

BASE

OpenAIRE

Livre (Revistas de Livre Acesso)

Research Bib (Academic Resource Index)

Scilit (The Scientific Literature Database)

Science Library Index

Redes Sociais (Facebook)

Redes Sociais (Twitter)

 

PERIODICIDADE / PUBLICATION FREQUENCY

A Revista Brasileira de Educação do Campo é um periódico científico eletrônico de acesso aberto e gratuito, de periodicidade quadrimestral, da Universidade Federal do Tocantins, câmpus de Tocantinópolis.

[EN] The Brazilian Journal of Rural Education is an electronic journal of free and open access, quarterly, from the Federal University of Tocantins, campus Tocantinópolis, Brazil.

 

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE / OPEN ACCESS POLICY

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

[EN] This journal provides immediate open access to its content on the principle that freely available scientific knowledge to the public supports a greater global democratization of knowledge.

 

ARQUIVAMENTO / ARCHIVING

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

This journal uses the LOCKSS system to create a distributed file system through the participating libraries and it allows them to create permanent journal files for preservation and restoration.

 

DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL

Proposta de Aviso de Direito Autoral Creative Commons

  1. Proposta de Política para Periódicos de Acesso Livre

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attributionque permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  2. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
  3. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre).

[EN] DECLARATION OF COPYRIGHT

[EN] Proposal for Copyright Notice Creative Commons

  1. Policy Proposal to Open Access Journals

Authors who publish with this journal agree with the following terms:

  1. Authors retain copyright and grant the journal right of first publication with the work simultaneously licensed under the Creative Commons Attribution License, which allows sharing the work with the recognition of its initial publication in this journal.
  2. Authors are able to take on additional contracts separately, with non-exclusive distribution of the paper version published in this journal (e.g.: publish in an institutional repository or as a book), with an acknowledgment of its initial publication in this journal.
  3. Authors are permitted and encouraged to post their work online (e.g.: in institutional repositories or on their website) at any point before or during the editorial process, as it can lead to productive exchanges, as well as increase the impact and the citation of published work (See the Effect of Open Access).

 

HISTÓRIA DA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO DO CAMPO - RBEC

O projeto da revista foi iniciado em abril de 2016, quando o professor Gustavo Cunha de Araújo, em diálogo com alguns colegas do curso de Educação do Campo com Habilitação em Artes e Música da Universidade Federal do Tocantins, campus de Tocantinópolis, principalmente com o professor Cícero da Silva, submeteu a proposta de criação da revista ao Colegiado do curso de Educação do Campo que a aprovou.

A Revista Brasileira de Educação do Campo surgiu da necessidade de se ter um periódico científico institucional que pudesse socializar conhecimento científico a sociedade, principalmente no que concerne à Educação do Campo, área ainda bastante nova no âmbito da educação brasileira, porém, de extrema relevância. Além disso, será um veículo importante para que o conhecimento produzido nesse campo seja disseminado, ampliado e que contribua para que outras pesquisas acadêmicas possam ser produzidas.

Além de abrir chamadas de trabalhos ao longo do ano, a revista também recebe artigos em fluxo contínuo. Os artigos, ensaios, resenhas e entrevistas recebidos são avaliados por pareceristas e avaliadores ad hoc da área de conhecimento da revista, conforme Conselho Editorial. Caso sejam aceitos, são publicados nesse periódico em suas edições, de acordo com o fluxo editorial. É importante destacar que a revista tem periodicidade quadrimestral, portanto, publica três edições por ano, além de números especiais (suplementos ou dossiês).

É importante ressaltar que uma revista acadêmica tem como principal objetivo produzir e socializar conhecimento científico, que possa fomentar debates e diálogos em torno de sua área de estudo, a partir de pesquisas que levam a contribuir para o desenvolvimento de novas ideias, conceitos e fomentação crítica, ou seja, que possam colaborar para o avanço da área. Não temos dúvidas de que a revista, que é um periódico on line, de acesso aberto e gratuito, portanto, com um alcance maior de pessoas, possa contribuir, efetivamente, para a construção e socialização de conhecimento.

A sua equipe editorial é composta por pesquisadores nacionais e internacionais, de relevante conhecimento na área da Educação, Educação do Campo e Artes. Sua heterogeneidade foi pensada a partir do momento que consideramos as variedades de temas e objetos de estudo e pesquisa referentes a esses três campos, que pudessem contribuir para que o conhecimento produzido nesse âmbito fosse ampliado.

Faz-se necessário dizer, portanto, que a Revista Brasileira de Educação do Campo, se torna um periódico relevante na área da Educação do Campo no Brasil, o que a coloca como um importante veículo de comunicação científica de grande potencial para novos debates e pesquisas produzidas nessa área no Brasil e em outros países. Além disso, por meio de esforços de sua equipe editorial e da qualidade dos manuscritos por ela publicados e sua internacionalização (indexada em bases nacionais e internacionais), a revista almeja se tornar um periódico de importante impacto para a literatura científica nacional e internacional.

Editor-Chefe da RBEC

Gustavo Cunha de Araújo

Orcid: http://orcid.org/0000-0002-1996-5959

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3011641878605040

ResearcherID: F-6348-2015

Scopus Author ID: 56938292900

Loop Profile: 402962

 

TUTORIAL PARA AVALIADORES AD HOC/PARECERISTAS DA REVISTA:

https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/Tutorial

TUTORIAL PARA AUTORES QUE QUEIRAM ENVIAR ARTIGOS PARA A REVISTA:

https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/Autores