Perfil dos idosos participantes do Grupo dos Mais Vividos do Serviço Social do Comércio do Distrito Federal - Sesc/DF

  • Roslilane Santos Serviço Social do Comércio Distrito Federal - Sesc/DF
  • Ana Carolina Castro Pereira da Cunha Serviço Social do Comércio Distrito Federal - Sesc/DF
  • Maria Weila Coêlho Almeida Serviço Social do Comércio Distrito Federal - Sesc/DF
Palavras-chave: Envelhecimento. Assistência a Idosos. Grupos Etários.

Resumo

Este artigo aborda características gerais acerca dos idosos participantes do Grupo dos Mais Vividos (GMV) do Serviço Social do Comércio do Distrito Federal (Sesc/DF). Conhecer as características dos idosos significa abordar aspectos que vão além dos dados demográficos, pois o processo de envelhecimento é complexo e não se pode analisá-lo isolado de uma realidade social dinâmica. O objetivo deste estudo foi identificar e conhecer, por meio de dados concretos, o perfil dos idosos participantes dos grupos existentes nas unidades operacionais: 913 Sul, 504 Sul, Taguatinga Norte, Taguatinga Sul, Guará, Ceilândia e Gama, elencando os aspectos sociais, como idade, escolaridade, renda familiar, composição familiar e quem é o responsável pelo sustento familiar. A pesquisa realizada é de caráter quantitativo e aplicou questionários estruturados aos participantes do grupo no momento de cadastro e recadastro nas atividades do ano de 2018. A escolha deste método proporciona a identificação de uma população correlacionando as variáveis apresentadas com teorias sociais. O trabalho foi realizado com rigor metodológico científico e aprovado em Comitê de Ética pela Faculdade de Saúde-UnB CAAE:56891516.6.0000.0030. Os resultados retratam a descrição da população idosa participante do GMV, sendo o público atendido com média de idade fixada dentro da faixa etária de 60-70 anos, com baixa escolaridade sendo os maiores índices de ensino fundamental incompleto, com renda mensal familiar entre um recorte significativo de 1 a 3 salários mínimos, com relação à composição e responsabilidade pelo sustento familiar. Pôde-se observar que os idosos não estão vivendo sozinhos ou em situações de abandono familiar, contudo, a maioria significativa dos idosos vem assumindo tarefa de sustento do lar. Dessa forma, evidencia-se que os idosos não estão sozinhos, mas são responsáveis por arcar, muitas vezes de forma integral, a manutenção do lar, constituindo-se como o indivíduo economicamente ativo. Essas categorias escolhidas para análise são justificadas devido à possibilidade de conhecer as dimensões sociais da vida dos idosos que se configuram como campo interventivo do profissional assistente social, que atualmente é o responsável pela coordenação das atividades dos grupos. A metodologia de trabalho com grupos permite a integração de atividades de diversos níveis, espaço de acolhimento e socialização dos idosos, criando um novo espaço para o exercício da cidadania e construção de novos papéis sociais, estimulando a participação social e a vivência dessa faixa etária com dignidade.

Publicado
2019-01-09
Como Citar
Santos, R., Pereira da Cunha, A. C., & Almeida, M. W. (2019). Perfil dos idosos participantes do Grupo dos Mais Vividos do Serviço Social do Comércio do Distrito Federal - Sesc/DF. Arquivos Brasileiros De Educação Física, 1(2), 55 -. https://doi.org/10.20873/abef.2595-0096.v1n2p55.2018