A ETNOMATEMÁTICA COMO BASE PARA ANÁLISE DAS RELAÇÕES COMERCIAIS DOS FEIRANTES DA FEIRA MUNICIPAL DE AMARGOSA - BA

  • Viviane Felicíssimo dos Santos Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB
  • Zulma Elizabete de Freitas Madruga Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB https://orcid.org/0000-0003-1674-0479
Palavras-chave: Ensino de Matemática, Etnomatemática, Feira Livre, Conhecimento matem´ático

Resumo

Este artigo objetiva analisar a negociação de mercadorias entre clientes e feirantes, e como a matemática faz parte desse processo. A base teórica é a Etnomatemática, com respaldo nos principais estudiosos da área. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, mais especificamente um estudo de caso. A produção dos dados ocorreu por meio de visitas à Feira Livre e realização de uma entrevista com um feirante, a qual foi analisada por meio da triangulação de dados. Os resultados mostram a peculiaridade da Matemática produzida pelo feirante. Identificaram-se saberes matemáticos específicos, produzidos através de saberes populares, pautados em questões sociais e culturais. Revela ainda que não apenas no ensino formal é possível aprender Matemática, mas também por meio dos diversos contextos culturais (etnos).   

 

Biografia do Autor

Viviane Felicíssimo dos Santos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Licencianda em Matemática no Centro de Formação de Professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Zulma Elizabete de Freitas Madruga, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Doutora em Educação em Ciências e Matemática. Professora adjunta de ensino de matemática no Centro de Formação de Professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Professora permanente do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Líder do Grupo de Pesquisa em Tendências da Educação Matemática e Cultura (GEPTEMaC).

Publicado
2021-11-23
Como Citar
Santos, V. F. dos, & Madruga, Z. E. de F. (2021). A ETNOMATEMÁTICA COMO BASE PARA ANÁLISE DAS RELAÇÕES COMERCIAIS DOS FEIRANTES DA FEIRA MUNICIPAL DE AMARGOSA - BA. Revista Interdisciplinar Em Ensino De Ciências E Matemática, 1(2), 40 - 57. Recuperado de https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/RIEcim/article/view/12414