O ENSINAR E O APRENDER FÍSICA EM TEMPOS REMOTOS:

UM (RE)OLHAR SOBRE A EXPERIÊNCIA FORMATIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20873/riecim.v1i1.11798

Palavras-chave:

Ensino de Física, Ensino remoto, Narrativa autobiográfica, Aprendizagem científica

Resumo

Neste artigo apresento uma vivência docente com o objetivo de compreender como se constituem o ensinar e o aprender (apreender) Física em uma experiência formativa no ensino remoto. Como pesquisador qualitativo, assumo a narrativa autobiográfica para (re)contar e (re)viver uma história que, certamente está sendo vivida por todos os professores no Brasil. No caminhar metodológico, anuncio duas dimensões, a saber: (a) planejar é preciso: um lançar-se sobre as perspectivas do ensinar Física em tempos remotos; e, (b) a aprendizagem em Física em evidência: o agir pedagogicamente. Estas dimensões tecem apontamentos importantes do planejamento pedagógico subsidiado para o ensino remoto, a fim sistematizar saberes científicos na formação (e na aprendizagem) dos estudantes.

Biografia do Autor

Sebastião Rodrigues-Moura, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA). Doutorando em Educação em Ciências e Matemática (REAMEC-UFMT/UFPA/UEA). Mestre em Docência em Educação em Ciências e Matemáticas (UFPA). Especialista em Docência Universitária com ênfase em Educação (UEPA). Licenciado Pleno em Ciências Naturais - com habilitação em Física (UEPA). Tem experiência em Educação em Ciências, com ênfase na linha de Ensino de Ciências/Física e na Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Física através de Temas Contemporâneos, Abordagem CTS e Questões Sociocientíficas, Alfabetização Científica, Fundamentos e Metodologias para o Ensino de Ciências, Pesquisa Narrativa e Formação de Professores.

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC, 2018. Disponível em

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/>. Acesso: 15 mar. 2021.

BROLEZZI, Antonio Carlos. Empatia na relação aluno/professor/conhecimento. Encontro:

Revista de Psicologia, Londrina/PR, v.17, n.27, p. 1-21, 2014.

DESLAURIERS Jean-Pierre. Recherche qualitative: guide pratique. Québec (Ca):

McGrawHill, Éditeurs, 1991

DESLAURIERS, Jean-Pierre; KÉRISIT, Michéle. O delineamento de pesquisa qualitativa.

IN: POUPART, Jean; DESLAURIERS, Jean-Pierre; GROULX; Lionel-H.; LAPERRIÈRE,

Anne; MAYER, Robert; PIRES, Álvaro P. (Orgs.). A pesquisa qualitativa: enfoques

epistemológicos e metodológicos. 4.ed. Tradução Ana Cristina Nasser. Petrópolis: Vozes,

p. 127-53. 464p.

FERRAROTTI, Franco. Sobre a autonomia do método autobiográfico. In: FINGER, Mathias;

NÓVOA, António Sampaio da. (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. Cadernos de

Formação 1. Lisboa: Ministério da Saúde, p.19-34, 1988.

GREF - Grupo de Reelaboração do Ensino de Física. Coordenação de Luiz Carlos Menezes,

João Zanetic e Yassuko Hosoume. Física 2: Física Térmica e Óptica. 4. ed., São Paulo:

EDUSP, 1998.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade.

Petrópolis: Vozes, 2001.

PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA, Tayana Mabel; CARRILHO, Maria de

Fátima; MELO, Maria José Medeiros de; COSTA, Patrícia Lúcia da. Formação e Pesquisa

autobiográfica. In: SOUZA, Elizeu Clementino de (Org.) Autobiografias, histórias de vida e

formação: pesquisa e ensino. Porto Alegre: EDIPUCRS: EDUNEB, 2006.

RODRIGUES-MOURA, Sebastião. Por entre a realidade e as possibilidades narradas por

professores em formação: em tela, o ensino remoto em tempos de pandemia. In: Ensino

remoto em debate. Francisco Pessoa de Paiva Júnior (Organizador). - 1. ed. -- Belém: RFB

Editora, 2020. DOI: https://doi.org/10.46898/rfb.9786558890607.6

SHAMAY-TSOORY, Simone G. Empathic processing: its cognitive and affective dimensions

and neuroanatomical basis. In: DECETY, Jean; ICKES, William John. (Org.) The social

neuroscience of empathy. Cambridge: MIT, 2009. p. 215-232.

WENGER, Etienne. Communities of practice: Learning, meaning and identity. Cambridge,

England: Cambridge University Press, 1998.

Downloads

Publicado

2021-06-21

Como Citar

RODRIGUES-MOURA, Sebastião. O ENSINAR E O APRENDER FÍSICA EM TEMPOS REMOTOS:: UM (RE)OLHAR SOBRE A EXPERIÊNCIA FORMATIVA . Revista Interdisciplinar em Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 91–102, 2021. DOI: 10.20873/riecim.v1i1.11798. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/RIEcim/article/view/11798. Acesso em: 15 abr. 2024.